quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

QUASE NATAL...

video



Depois de um verão que resolveu entrar pelo outono dentro e que nos fez pensar que andávamos com as voltas trocadas. Eis que tudo volta à normalidade e o Natal se aproxima a passos largos… dezembro é sempre um mês pequeno para o muito que há para fazer.

O Natal chega à escola sempre vindo de fora. Normalmente com os catálogos dos brinquedos que vão caindo nas caixas do correio dos pequenos e cuja multiplicidade de escolha não torna nada fácil a escrita da carta ao Pai Natal. 

Nas ruas as luzes conferem às noites um ar festivo e especial. Noites que se querem regadas a chá e chocolate quente e onde o quentinho da lareira sabe tão bem! Aparece a árvore de Natal, o presépio e assim começa em casa e na escola a história de mais um Natal.

Os pequenos contam na sala que em casa já enfeitaram o pinheiro. Para que todos tenham uma ideia da sua árvore de natal resolvem desenhar e nascem no papel árvores mágicas e todas diferentes. O Pai Natal também tem direito a desenhos e é difícil eleger um preferido.

Chegam também amigos para falar das tradições de Natal de outras bandas…

Mães que ensinam a fazer pão doce e presépios…

Amigos que contam a verdadeira história de Natal e outras…

Os pais que enchem de poesia o pinheiro de Natal que está mesmo na entrada da escola. Pinheiro onde todos foram convidados a deixar um poema ou mensagem solidária…

Os cartões que escrevemos para os amigos…

A ida ao cinema para ver a história do ursinho Pooh…

O musical “A cigarra e a Formiga”…

E o enorme saco de presentes que o Pai Natal deixou cair mesmo em cima do telhado da nossa sala…

Quando regressarem em janeiro os meninos terão certamente muito que contar mas na escola, o Natal só volta para o ano!

1 comentário:

Diana disse...

Professora Teresa venho só deixar-lhe aqui mais uma vez um agradecimento muito especial, não só por demonstrar ser a pessoa especial e querida que é, mas também por me dar a segurança que me dá e me transmite sempre que falo consigo, obrigada pelo carinho demonstrado nestes primeiros meses de escola da Matilde, obrigada por tudo.
Espero de coração que tenha um Santo Natal e uma entrada em 2012 ainda melhor é bom saber que para além de professora se tornou uma querida amiga.
Já lhe tinha dito isto anteriormente, mas nunca me cansarei de salientar mais umas tantas vezes qualquer coisa que precise e mediante a minha disponibiliadde profissional estarei aqui para colaborar no que precisar.
Um beijo muito especial meu e da Matilde.