sábado, 15 de outubro de 2011

INTERVALO NO CASTIGO...


Estes são os meus amigos Gonçalo e David e a história que vou contar aconteceu um destes dias no intervalo da hora de almoço…

Ás vezes almoço na escola, bom também é verdade que ás vezes me esqueço de almoçar mas isso é outra história que agora não interessa nada…

Mal os meninos saem da sala arranjo logo outras coisas para fazer e quando olho para o relógio lá se foi a hora de almoço e eu nem dei conta que precisava de almoçar.

Mas no dia desta história eu já tinha almoçado e saí da sala para ir buscar um café quando vi o Gonçalo sentado num dos bancos do corredor. Estranhei porque aquela hora todos os meninos estavam no recreio, pensei que estava indisposto ou adoentado mas o pequeno explicou-me que estava de castigo por ter falado muito e comido pouco! Claro que lhe disse que devia ter comido tudo e provavelmente ter falado menos, mas logo um pedacinho de meninice minha começou a irromper lembrando-me que também eu fiquei várias vezes de castigo por gostar pouco de comer, apesar das vitaminas e do horrível óleo de fígado de bacalhau que minha mãe insistia em receitar-me! Como eu o entendia!

O meu coração dizia-me que não podia deixá-lo ali o resto do intervalo…

Disse-lhe que ia buscar um café e já falaríamos. Tinha já decidido procurar a autora do castigo para lhe dizer que precisava da ajuda do Gonçalo na sala e não pensem que estava a arranjar uma desculpa, precisava mesmo de ajuda para uma boa conversa.

Mas quando regressei ao corredor já o David fazia companhia ao amigo dizendo-me que tinha ido buscar um jogo pois não ia deixar o seu amigo Gonçalo sozinho! Eram amigos desde o Jardim-de-infância e já estavam no quarto ano e eram todos os dias mais amigos apesar de serem muito diferentes nalgumas coisas!

O Gonçalo por exemplo, adora ler, gosta das palavras, da escrita. O David também gosta de ler mas o que o fascina mesmo são os problemas difíceis. Não sabem explicar porque são tão amigos. Nem precisam, são amigos, muito amigos porque sim! E os verdadeiros amigos sabem sempre quando deles necessitamos!

Bom, o resto do intervalo foi passado na minha sala em amena cavaqueira e brincadeira!

8 comentários:

Gonçalo Silva disse...

Obrigado por este castigo fantástico.

xn disse...

Costumo rir e sem dúvida que me ri na parte do óleo de fígado de bacalhau. Mas no fim a verdade é que até chorei e não sou nada dessas "coisas". Talvez por adorar os meus alunos e já estar a sentir saudade...
Obrigada por teres reparado na turma excepcional que tenho, são todos bons meninos, com muito bons princípios!
E já agora,obrigada pelo castigo e que seja dito que não fui eu que o deu!
Bjinhos

Ana disse...

Muito, muito e muito obrigada por ser tão especial e amiga, do Gonçalo e, de todos os meninos.
A, linda, amizade entre ele e o David já vem desde que eram bebés.
Quanto à alimentação, eu e o meu marido insistimos, sempre, para que o Gonçalo coma tudo. Por vezes "chateamo-nos" com ele. Não lhe pedimos que prometa, pois sabemos que não conseguirá cumprir sempre.
Quanto a falar, ... por mais que lhe digamos que não o pode fazer, O "Sr." Gonçalo pensa, o contrário e, que deveria poder fazê-lo.
Em casa, aproveitamos as horas das refeições para conversar. Falamos bastante. Eu, principalmente, adoro falar sobre o dia nessa altura. Será por isso?!

Inês Silva disse...

É sem duvida um grande orgulho ser madrinha, de um menino como o Gonçalo. Ao ler esta mensagem sorri,identifiquei-me em algumas situações pois todos nós já
a fomos crianças, e no final chorei de alegria...
É sem duvida gratificante, saber que existem crianças como o Gonçalo e o David que felizmente ainda sabem o significado da palavra amizade:)
Tudo isso se deve sem duvida ao meio que os rodeia, excelentes pais e excelentes professoras. Parabéns!!!

Anónimo disse...

Eu não entendo.....
Não se pode conversar na mesa...?
Temos que comer tudo...?
Adoro conversar ao almoço, ao jantar.....com os filhos, com o marido, com as amigas...agora é proibido???
A AMIZADE cultiva-se e nasce,muitas vezes nestas horas de mesa......
Quem colocou estes dois amigos de castigo deveria assistir aos nossos almoços de familia, de amigas, de colegas.......AI!!!
Ufa!!! ainda bem que não estou aí!!!
Eu

Anónimo disse...

PS: A MATEMÁTICA E AS LETRAS SEMPRE JUNTARAM AMIZADES ....
para esses dois amigos excepcionais, que não conheço, um beijo livre (prato pouco cheio) e democrático (conversar muuuuiiiiiito!!
Eu

Ana disse...

A Professora Teresa tem uma alma nobilíssima,... alma de poetisa. Por tudo isso, nunca conseguiria deixar uma criança sozinha e triste. Bem haja!
Todavia, não posso deixar de referir que, as regras têm que ser cumpridas. O meu filho, e todas as crianças, tem que obedecer ao que lhe é "imposto".
Desculpe-me, "anónimo, eu" tenho a certeza que adoraria estar naquela escola.
Assim, o Gonçalo deve comer mais e falar menos no refeitório da escola. Poderá falar, imenso, durante as refeições em casa e comer tudo!!!

joanacruz disse...

Ainda bem que existem professoras que " alimentam" as amizades.